Recife, quarta-feira, 03 de junho de 2020
   O Sindicato   
   Legislação   
   Cursos e Eventos   
   Publicações   
   Convênios   
   Filie-se On-line   
    Fale Conosco   


Privatização da saúde aumentou falta de leitos
Mesmo sabendo que o Coronavírus se es ...
Governos querem congelar salários de servidores
Depois dos trabalhadores formais fica ...
  Notícias de Capa | publicado dia 16/09/2019 às 20:25

CLIQUE PARA AMPLIAR

O Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco – SEEPE vem a público repudiar veementemente a decisão judicial da 24º Vara Federal, em Caruaru, que determina a reintegração de posse do assentamento com área de 15 hectares na zona rural de Caruaru. A decisão atendeu ao pedido do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

A área está há 20 anos sob gestão da associação de assentados e sedia o Centro de Formação e Capacitação Paulo Freire, que, dentre suas milhares de funções sociais, serve de campo de prática da Residência Multiprofissional em Saúde da Família com ênfase em Saúde da População do Campo, que tem como objetivo garantir a interiorização do SUS e do ensino em saúde, além de ceder espaço para cursos da UPE, UFPE, UFRPE, IFPE e Fiocruz.
O assentamento também serve de residência para 41 famílias, conta com uma Academia da Cidade e uma quadra poliesportiva, construídas em parceria com o Governo do Estado, uma creche pública, um centro de beneficiamento de alimentos e três agroindústrias pertencentes à cooperativa agropecuária de Normandia, responsável pelo abastecimento de dezenas de escolas municipais de Caruaru e região.
Essa medida se soma à outras muitas que visam enfraquecer os movimentos sociais e a resistência do povo pobre, que se organiza para mudar sua vida e seu futuro, assim como os ataques ao ensino e pesquisa, representado com os cortes de verba da educação (o principal mote do pedido de reintegração de posse é o Centro de Formação Paulo Freire).
Por isso, o SEEPE se coloca contra essa reintegração, em defesa desse importante espaço de formação e pela manutenção do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família com ênfase em Saúde da População do Campo.

Edição: Ludmila Outtes
 
 
No dia 17 de fevereiro foi realizado um ato conjunto dos enfermeiros e demais servidores de Recife com o objetivo de forçar a abertura da mesa de negociação.
 
Participação na Live da Aben PE, com representação da nossa Diretora Ludmila Outtes
 
Copyright © 2008 - 2020 - SINDICATO DOS ENFERMEIROS
NO ESTADO DE PERNAMBUCO - SEEPE
- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Rua Treze de Maio, nº 292 - Santo Amaro - CEP:50100-160
Horário de funcionamento: Segunda a sexta: 8h às 17h.
Telefone: (81)3040-4457
Filiado à:
Parceiros:
| Cofen | Aben | Aben-PE | Portal FNE | CNS | CES | Portal da Saúde | Blog da Saúde | Movimento Luta de Classes | Coren PE |
SEEPE nas redes sociais: